histórias, poéticas, memórias: para uma práxis radical.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

A existência é um mar


(Poema Inspirado no ensaio a crise do romance de Walter Benjamin)


A existência é um mar
As categorias estão fora, na areia.
Enquanto a experiência afunda
Margeia
As pedras aonde dormem as sereias.

E a experiência vê,

A morte do peixe-espada,
Cauda
Pontiaguda que fura;

As rusgas de um marisco e um tubarão
Para decidir se o destino
Poderá ficar aqui ou não.
Onde mora a espera
e um camarão


Cada um fica onde está
E o destino
Dormirá sob a guarda de um
Vulcão.

As sereias serão.

Um comentário:

  1. Olá,

    Gosta de poesia?
    Conheça meu blog:

    www.mariainescarpi.blogspot.com

    ResponderExcluir

Seguidores

Quem sou eu